quarta-feira, 3 de outubro de 2007

mudanças?...naum, td na mesma!


Aqui estou eu...enxergando de novo a minha vida.




Ela me lembra uma concha...
Vazia, fexada, sem sombra, sem som!
Apenas curtindo seu próprio lamento e sobrevivendo a cada momento patético!


Repito gestos sem chegar a lugar nenhum.
fugir da rotina e tentar sair desse lugar comum!
_________________________________________


Ainda sinto aquele friozinho na barriga.
Que vem não sei de onde e muito menos 'por que' vem?
[pode ser só minha gastrite]



E toda essa lucidez que nem sei pra que serve!
Uma clareza tão grande que até me anula como pessoa.
_________________________________________


"Uma lucidez vazia"


Na terra do vazio consigo observar a vida passar diante de mim como um rio, onde aquelas águas jamais vão tornar a vir.
Um vazio demográfico nas terras inabitáveis do meu coração.
Tanto espaço, seriam algum dia ocupados?


# e o que fazer dessa lucidez?



Um comentário:

DuH disse...

que lucidez?? só o q reconheço é a sua pseudo-representação profética e metafórica.